14 de abril de 2010

Labirinto da mente

Não consigo relutar essa vontade em mim. Tudo começa com um aperto em meu peito, e uma lembrança sua. O tempo fica despercebido por meus olhos, e me vejo em um labirinto rodeado por paredes que mudam continuamente. O que me rodeia se torna sem vida, e muito intenso. Parece que somente você traz cor ao meu mundo. Eu faço tudo ao meu alcance para fugir, mas cada vez que tento me aproximo mais; são etapas do meu coração que leio em minhas mãos. 

Victor Silveira do Carmo
Foto: Kathiele




7 Reações:

John disse...

^^ Escreve bem! E Obrigado pela visita...

Reeh disse...

Wol cara tuú é bom mesmo!!
parabéns pelo BLOG!!
a to te seguindo se der
da uma passada la!!!

CAOS MUNDIAL - CLICA AQUI, SEGUE E COMENTA??

Enrique Coimbra disse...

Só uma análise: se as paredes mudam constantemente, pare de procurar uma saída. O caminho vai se abrir em algum momento. Deixe o fluxo te levar, espera pacientemente, então saia. Q

Dias.. disse...

adorei :D

Erica Ferro disse...

Há lutas que não valem a pena. A luta contra um amor, por exemplo. Amor é sempre mais forte.

:*

Enrique Coimbra disse...

Eu entendi o que quis dizer sim, no comentário. Mas o seu blog, os seus textos, me interessam sim. Eu GOSTO de ler, gosto de sentir com você, o que vocês no dá. Você é uma ótima pessoa e eu acho ótimo uma ótima pessoa. AAUHAUAHUAHA

irãns disse...

simples e direto, muito bom mesmo, você é foda x)

Postar um comentário

Leitores recentes do blog