7 de maio de 2010

Nota


Honestamente me encontro em um momento de total individualismo. Por mais que eu diga ou apenas fale, nem mesmo saberia entender para poder dizer. Me pego em memórias que vai além de meras lembranças, pois ultrapassam uma ordem no tempo. Bem queria poder transpor toda essa prissão que se existencialisa, o que tornaria assim minha mente livre da Subjetividade desses sentidos da minha alma. Vejo tudo se estender por um espaço infinito adiante de mim, e permaneço imóvel nesse meu pequeno espaço íntimo. Não necessito agora do externo, embora sejam eles o que resultou toda marca singular na formação desse caminho hoje. Descanso, pois sei que toda essa decorrência intro-pessoal forma em mim, minha construção relacional. Agora são 00:23, e encerro aqui essa construção de minhas emoções, sentimentos e pensamentos atuais. 
Victor Silveira do Carmo 

1 Reações:

Enrique Coimbra disse...

"Agora são 00:23, e encerro aqui essa construção de minhas emoções, sentimentos e pensamentos atuais."

São 16:38 e pego isso pra enfiar na minha boca e dizer pra quem mais quiser ouvir. Nada mais a declarar.

Postar um comentário

Leitores recentes do blog